Sensibilidade espiritual

Evangelho de Poder

Permanecer com o caráter de Deus

Baseando-me em 1 João 4:7-21 e Mateus 24, noto que o grande desafio para um verdadeiro cristão nesses dias, que antecede à triunfante volta de Cristo: permanecer com o caráter de Deus.
Deus é amor; a essência do seu Ser é um amor doador, perdoador, misericordioso, incondicional, e para adentrar ao ambiente em que habita, precisamos ser como Ele, ter o seu caráter.
Porém, no capítulo 24 de Mateus, o contexto trata de profecias futuras, porém, que não estão longe da nossa realidade de desamor, impiedade, iniquidade, um mau visível sobre toda humanidade.
Precisamente, em Mateus 24:12 diz: “E por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.”
Como pode um verdadeiro cristão, permanecer sem o caráter de Deus, sem o fogo purificador do Espírito Santo? Deus é amor, mas também fogo consumidor.
O esfriamento do amor, não acontece apenas no mundo, há uma conotação mais ampla, do que a interpretada. Muitos podem estar em denominações, mas não estarem no Reino de Deus.
Sendo frios, religiosos e calculistas. Cultuando, mas insensíveis à necessidade alheia.
A falta de sensibilidade espiritual, pode nos conduzir a uma vida de medíocre, olhando para nosso “pequeno mundinho” de vontades humanas e carnais, de atitudes religiosas, cronogramas eclesiásticos, onde é mais mecânico que espiritual.
E como voltar à origem? A origem de tudo é o Amor. Apóstolo Paulo diz em 1 Coríntios 13:13:
“Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor. Porém o maior deles, é o amor.”

Sem o caráter de Deus, não conseguimos ter compaixão, a sensibilidade de nos colocar no lugar do outro. O Seu caráter é o amor.

Profeta Ana Maria Silva

Comentários Via Facebook

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.