Por que um MINISTÉRIO APOSTÓLICO ? – Ministério Apostólico Evangelho de Poder


MINISTÉRIO APOSTÓLICO EVANGELHO DE PODER – PR. MIQUÉIAS CASTREZE
miqueiascastreze.com.br

POR QUE UM MINISTÉRIO APOSTÓLICO ?

Em 2Tm 2: 7 – Considerar, significa olhar atentamente. Algumas pessoas, algumas igrejas, ministérios não observam atentamente a importância do Ministério Apostólico hoje.

Eles creem que o Ministério Apostólico acabou quando os 12 Apóstolos morreram, porém, temos que abrir nossas mentes e esperar que o Espirito Santo nos ensine coisas novas.

A revelação vem para aqueles que buscam e recebem. Segundo o Novo Testamento o Dom Apostólico é o chamamento mais importante para a edificação da igreja.

A Obra Apostólica continua hoje e podemos comprovar em três formas básicas:

– NAS ESCRITURAS: Ef 4: 8-11 indica que Deus deu aos homens o Dom Apostólico depois que Cristo subiu ao Pai e desceu, depois de haver nomeado os 12 Apóstolos. Com base nesta passagem reconhecemos os ministérios de Evangelistas, Pastores e Mestres. Por que não reconhecemos também o ministério dos Apóstolos e Profetas na igreja de hoje?
Esses ministérios colocam os alicerces na igreja – Ef 2: 20. Se estudarmos com atenção o Novo Testamento veremos outros Apóstolos na igreja:

Por Exemplo:
Paulo e Barnabé (At 14: 4-14),
Silvano e Timóteo (1Ts 1: 1 e 27),
Tiago (irmão de Jesus) (Gal 1: 19),
Apolo (1Co 4: 1; 6: 2,9)

Outros chamados mensageiros (gr. Apóstolos) incluem:

Epafrodito (Fp 2: 21),
Tito e dois outros irmãos (2Co 8: 23 e 24)

– NA HISTÓRIA – No 2º e 3º século D.C. o Dom Apostólico foi reconhecido. Tomou forma mais localizada ao invés de itinerário com o passar do tempo. Calvino reconheceu tal chamado e hoje em dia não é raro ver artigos sobre esse tema, geralmente em revista missiológicas.

– NA FUNÇÃO: Em Ef 4:11-13 indica que o dom apostólico seguirá “… até que todos alcancem a unidade da fé… e cheguemos a unidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo”. Até hoje esse alvo ainda não foi alcançado.

Existe ainda a necessidade de se estabelecer novas igrejas?
Necessita se colocar fundamentos adequados para a igreja?
É obvio que a função apostólica (traduzida do latim Missionária) continua sendo muito necessária hoje.

A nossa missão como Igreja Apostólica é cumprir a grande comissão que Cristo ordenou (Mt 28: 19-20; Mc 16: 15). A Igreja Primitiva (IGREJA APOSTÓLICA E JESUS CRISTO)  cumpriu este mandamento de Cristo, apesar de ser uma missão impossível. Como conseguiram? Conseguiram porque foram enviados. Ser Apostólico ou ser Apóstolo, vem sobre nós o conceito de ser enviado. Somente os enviados são capazes de saltar os obstáculos impossíveis que aparecem no caminho.

Ser apostólico é viver o modelo da igreja de Jesus Cristo, como em Atos 2, andando debaixo de um poder sobrenatural, porem sem os costumes e tradições religiosas.

A FUNÇÃO VEM ANTES DA NOMEAÇÃO

Paulo e Barnabé – ESTABELECER IGREJAS (At 13:1-3) eles não foram imediatamente chamados de apóstolos. Eles simplesmente foram enviados numa função apostólica. O exercício da função é que lhes deu a condição de serem chamados pela primeira vez de apóstolos em At 14:4, depois de terem dado princípio as igrejas de Antioquia da Pisídia e Icônio na Galácia. A designação apostólica origina do exercício da função e não o contrário.

EXEMPLOS DE APÓSTOLOS DEPOIS DE JESUS ASSUNTO AOS CÉUS

Paulo e Barnabé (At 14: 4-14)  –  Silvano e Timóteo (1Ts 1: 1 e 27), Tiago (irmão de Jesus) (Gal 1: 19)

Apolo (1Co 4: 1; 6: 2,9) Epafrodito (Fp 2: 21) Tito e dois outros irmãos (2Co 8: 23 e 24)

UNÇÃO APOSTÓLICA

MOVA-SE DEBAIXO DESSA UNÇÃO PARA VIVER UM NÍVEL DIFERENTE DE RELACIONAMENTO COM DEUS E O MUNDO

IGREJA PRIMITIVA = UNÇÃO DOS APÓSTOLOS

Na bíblia, temos as citações nesse numero – 1 vez pastor, 3 vezes evangelista(s), 13 vezes mestre(s), 25 vezes profeta(s) (ao todo são 172 vezes, referindo-se 25 vezes a profetas ativos no Novo Testamento), e  83 vezes apóstolo(s)

CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES DOS OBREIROS APOSTÓLICOS

1)Tem uma visão do Reino mais ampla que a maioria das pessoas.
2)Tem a paixão de Cristo pela igreja (pessoas). 3)Sabe colocar fundamentos tanto em forma teológica, quanto em forma governamental. Enfoca
teologia aplicada (vivência) mais do que a acadêmica.
4)É um mestre da arquitetura da igreja, não do edifício e sim do Corpo de Cristo. Tem uma visão completa, o que o corpo precisa.
5)Pensa de forma estratégica, desenvolve modelos, estrutura e líderes que se reproduzem.
6)Tem uma visão de unidade dentro da igreja e entre as igrejas.
7)Trabalha em equipe, atraindo outros para a visão e tem um compromisso pessoal com seus liderados em discipulado e disciplina.
8)Está debaixo de autoridade e tem autoridade sobre outros. Só recebe submissão aquele que é submisso.
9)Tem habilidade em ensinar e treinar (equipar) outros.
10)Tem muitos dons. Pode fazer muitas coisas bem.
11)É dedicado a palavra e a oração. Sem essas características as demais decaem.
12)Tem a facilidade para resolver problemas .
13)Tem graça e habilidade para assessorar outros obreiros.
14)É líder pioneiro. Sempre abre novos territórios, iniciando novos projetos.
15)Demonstra uma graça sobrenatural, através dos sinais, prodígios, maravilhas, discernimento, sabedoria, profecia ou outros dons espirituais.
16)O Obreiro Apostólico tem perseverança, nunca desiste, ele se entrega a relacionamentos duradouros (Pai-filho), envolve-se em relacionamentos comprometidos e saudáveis ao longo do tempo e possui uma visão ministerial duradoura.

BIBLIOGRAFIA:

EKHARDT, John – Movimento Apostólico.
KORNFIED, David – Visão de Obreiros Apostólicos Hoje em dia.
RAMIREZ, Ap. Eugênio M. – Academia Profética.
MORALES, Ap. Santiago Lastra – Evangelismo Apostólico.

Comentários Via Facebook

compartilhar

Posts Recomendados

Comentários

  1. Hi, this is a comment.
    To delete a comment, just log in and view the post's comments. There you will have the option to edit or delete them.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: